Sem categoria

TOP 5 : séries que estou assistindo

    Férias pra muita gente é sinônimo de tédio, não ter o que fazer e afins. Eu pensava assim até entrar no 3º ano do ensino médio, depois disso férias viraram sinônimo de alegria total. Pensando em solucionar o tédio de alguns ou simplesmente passar uma dica bacana pra quem está procurando uma boa série pra assistir, separei aqui as 5 últimas séries que comecei a ver, algumas até vão entrar pro meu hall de favoritas, que já postei aqui.

    A sequência é aleatório e não por gosto, vou falar um pouquinho do que achei de cada, mas sem aprofundar muito, afinal spoiler não é legal né?!

post 03

1. Sons of Anarchy. Eu e o namorado gostamos de ver algumas séries juntos, e essa é uma delas. Começamos a assistir quando estava rolando a 7ª e última temporada e gostamos bastante, atualmente estamos na 3ª temporada. Muito bem escrita e é impossível ficar entediado com ela, te surpreende a cada capítulo. Vale ressaltar que a abertura é muuuito legal. Dá pra assistir na Netflix.

Sinópse: Em Charming, uma pequena cidade fictícia no norte da Califórnia, nos Estados Unidos, habita o clube de motociclistas Sons of Anarchy. O grupo lida com atividades ilícitas como o tráfico de drogas e filmes pornô e é liderado por Clay Morrow (Ron Perlman) e Jax Teller (Charlie Hunnam). Além do esforço para conciliar a sua ocupação com a família e os filhos, eles tem de conviver com suas opiniões diferentes: enquanto Morrow opta pela tradição violenta, Teller se inspira no discurso revolucionário do diário de seu pai falecido.


post 01

2. Orange is the new black.  De tanto ouvir falar a respeito dela fiquei curiosa pra assistir. Vi a primeira temporada completa, na metade estava achando meio chatinha, mas ainda vou dar uma chance. É escrita pela mesma escritora da série Weeds que teve 7 temporadas e também girava em torno de uma personagem principal feminina que unia drama e comédia, mesma pegada de Orange. Atualmente está na 2 temporada. Você assisti pela Netflix.

Sinopse: Piper Chapman é uma mulher na casa dos 30 anos que é sentenciada a 15 meses de prisão por um crime que cometeu há quase dez anos. Ela transportou dinheiro para sua namorada que era uma traficante internacional.


post 023. Alphas. Estava de bobeira numa noite de insônia na Netflix e resolvi experimentar uma série nova, foi assim que encontrei Alphas, que fala sobre pessoas com alterações genéticas, isto é, evoluídas e por isso elas possuem, por falta de palavra melhor “poderes”. Aparentemente me pareceu bem clichê, mas acabei assistindo a primeira temporada e a metade da segunda em pouco mais de uma semana. Ela é bem escrita e a maioria dos protagonistas não são muito conhecidos, mas que são bem legais. Você assisti na Netflix como já falei, infelizmente ela teve a 3ª temporada cancelada, mas sou dessas curiosas que gosta de ver até onde as coisas foram.

Sinopse: Liderados pelo nerologista e psiquiatra Dr. Lee Rosen, interpretado pelo vencedor do Emmy David Strathairn (Boa Noite, Boa Sorte), um especialista no “fenômeno Apha”, eles trabalham para o Serviço de Investigação Criminal do Departamento de Defesa dos Estados Unidos, investigando casos que apontam para a existência de outras pessoas com habilidades Alpha. Ao mesmo tempo em que correm contra o relógio para tentar desvendar esse novo tipo de crime, eles precisam evitar que suas diferentes personalidades interfiram com o objetivo final de capturar os inimigos.


post 04

4. Orphan Black. Comecei a ver depois que 3 pessoas de diferentes círculos de amizade me indicaram a mesma série. Então eu tinha que ver o motivo de tudo isso. A série é surpreendente, não só pela história mas também pela atuação da protagonista que é espetacular. Ainda estou na primeira temporada, mas passei a indicar pra todo mundo também. Assisto pela Netflix e a terceira temporada estréia dia 18 de abril.

Sinopse: Depois de presenciar o suicídio de uma mulher (que é exatamente como ela) em uma estação de trem, Sarah Manning (Tatiana Maslany) faz o que qualquer um faria: assume a identidade da suicida para tentar resolver os próprios problemas financeiros. Mas logo ela descobre que está no centro de um mistério que vai mudar sua vida, quando se vê cara a cara com mais três mulheres idênticas a ela. Todas são clones, e precisam salvar as próprias peles enquanto tentam descobrir quem são os responsáveis pelos experimentos genéticos.


post 055. Revenge. Coloquei ela por último porque quase todo mundo já ouviu falar. Resolvi começar a assistir por causa da minha irmã que sempre falou que era o máximo e tudo mais. Estou na 3ª temporada e é bem ‘cativante’ mesmo. Cada episódio é uma surpresa, não é atoa que é queridinha por muita gente. Vale destaque para o figurino super sofisticado. É transmitida pela Sony e está na 4ª temporada.

Sinopse: Emily Thorne, cujo verdadeiro nome é Amanda Clarke, volta a Hamptons para se vingar das pessoas que destruíram sua família e causaram a morte de seu pai. Quando Amanda era criança seu pai foi preso sob a acusação falsa e injusta de terrorismo, sendo julgado e condenado à prisão, onde acabou sendo assasinado. Amanda sente que teve a vida destruída por essas pessoas que armaram contra seu pai, fazendo com que ela passasse sua infância no reformatório, uma detenção juvenil. Quando completou 18 anos, ela foi solta e recebeu a herança de seu pai, além de uma caixa contendo detalhes sobre as pessoas que arruinaram a vida deles. Assim, ela muda seu nome para Emily Thorne e resolve vingar-se de cada um deles.

Bom gente, por hoje é isso, prepara a pipoca, liga na santa Netflix, kkk, e é só escolher, todas elas estão disponíveis por lá. Ótima opção também pra quem quer um programa relex pro fim de semana né?! Alguém assisti ou já assistiu alguma dessas? Comentem.

beijo beijo

2

Últimos Looks